7 sintomas que você pode sentir enquanto está fazendo dieta e o que significam

7 sintomas que você pode sentir enquanto está fazendo dieta e o que significam

Quando você começa a fazer uma dieta, seu corpo sente os efeitos das mudanças na alimentação e nos hábitos e pode apresentar, como resposta, diferentes sintomas que precisam ser investigados e

Leia tudo

Quando você começa a fazer uma dieta, seu corpo sente os efeitos das mudanças na alimentação e nos hábitos e pode apresentar, como resposta, diferentes sintomas que precisam ser investigados e combatidos, especialmente se seu regime não foi elaborado por um médico ou nutricionista.

Sintomas ao fazer dieta que são sinais de alerta

Fome: ao contrário do que muita gente ainda acredita, fazer dieta não pode ser sinônimo de passar fome. Um plano alimentar adequado, apesar de certas privações, deve garantir saciedade e afastar a sensação. Sentir apetite exagerado durante a dieta indica que você está consumindo menos alimentos do que deveria ou que não está ingerindo opções certas que saciam, como proteínas e fibras, por exemplo.

Cansaço: esgotamento físico na dieta pode ser indício de que você, além de estar consumindo menos calorias do que seu corpo necessita, mantém um cardápio pobre em gorduras boas ou carboidratos, normalmente encarados como vilões do emagrecimento. Os carboidratos, por exemplo, são fundamentais para o bom funcionamento do organismo e extremamente importantes para quem pratica atividades físicas, pois são os responsáveis por fornecer energia que afastam o cansaço e melhorar o desempenho nos treinos.

Mau humor: não chega a ser um segredo o fato de que a dieta pode mexer também com seu estado emocional. Afinal, as mudanças no cardápio e até mesmo a possível ansiedade provocada pela tentativa de emagrecer são fatores que podem provocar alterações no humor. Se você constantemente se sente de mau humor durante o regime, talvez deva reavaliar a quantidade de carboidratos que consome no dia a dia. A falta do nutriente, essencial para que o corpo tenha energia, pode causar não somente irritação, como também fadiga e desânimo.

Insônia: a dificuldade para pegar no sono durante o período de dieta pode estar relacionada ao consumo excessivo ou em horários inadequados de alimentos e temperos de ação termogênica.Alimentos termogênicos são excelentes aliados do emagrecimento porque contribuem para a queima de gordura, mas não devem ser ingeridos, por exemplo, momentos antes de ir para a cama, pois aceleram o metabolismo e podem ser estimulantes no período de descanso.

Mau hálito: o odor ruim na boca é bastante comum entre pessoas que fazem dieta e nem sempre está relacionado apenas ao fato de passar muitas horas em jejum, que também favorece o mau hálito.A condição é frequente em dietas da proteína, por exemplo, em que há diminuição do consumo de carboidratos. Neste caso, o corpo passa a obter energia da gordura. É a quebra dessas moléculas que deixa o sangue ácido, causando o mau hálito. A ingestão de proteínas, especialmente a de origem animal, também facilita a proliferação de bactérias que causam o cheiro ruim.

Dificuldade de se concentrar ou raciocinar: falhas de memória e problemas em manter o foco, mesmo em tarefas mais simples do dia a dia, também podem indicar que algo não está certo na sua dieta, principalmente se abandonou completamente o consumo de carboidratos. Isso porque o metabolismo dos carboidratos resulta em glicose, que funciona como uma espécie de combustível do cérebro. A falta do nutriente, portanto, pode afetar as células e provocar prejuízos ao raciocínio e à concentração.

Constipação: se em períodos de dieta você sofre com dificuldade para ir ao banheiro, saiba que talvez deva diminuir um pouco o consumo de proteínas que, em excesso, podem deixar o intestino preso, especialmente se você não bebe água o suficiente. A constipação ainda pode estar relacionada a uma dieta pobre em fibras, que são fundamentais para o bom funcionamento do intestino e para a sensação de saciedade. Por outro lado, é importante ressaltar que a ingestão exagerada de fibras também pode dificultar as idas ao banheiro. O ideal, portanto, é conhecer a medida certa e o equilíbrio com a ajuda de um nutricionista.