ALERTA: MORADOR DE ITAJAÍ MORRE DE GRIPE A

ALERTA: MORADOR DE ITAJAÍ MORRE DE GRIPE A

Reportagem Igor Silva Itajaí registrou a primeira morte do ano causada pelo vírus H1N1, que provoca a gripe A, também conhecida como Influenza. A vítima foi um homem de 57 anos. Há ainda outros

Leia tudo

Reportagem Igor Silva

Itajaí registrou a primeira morte do ano causada pelo vírus H1N1, que provoca a gripe A, também conhecida como Influenza. A vítima foi um homem de 57 anos. Há ainda outros seis casos de pessoas contaminadas com a Influenza, informaram as autoridades da saúde.
O homem morava no loteamento Jardim Esperança, o Brejo, no bairro Cordeiros, em Itajaí. Era doente crônico. Sofria de problemas cardíacos. Por isso, fazia parte do grupo de risco que deveria ter recebido a vacina oferecida de graça pela prefeitura. Mesmo assim, não tomou o medicamento.
A morte pelo vírus da gripe A foi confirmada esta semana, depois que chegaram os resultados laboratoriais dos exames feitos no paciente.
Segundo a secretaria de Saúde, na terça-feira da semana passada, 26 de junho, ele chegou na unidade de Pronto Atendimento (UPA) do centro Integrado de Saúde do bairro São Vicente. Como estava mal, foi levado para o hospital Marieta Konder Bornhausen, onde acabou falecendo.
A secretaria de Saúde não informou de quais bairros são os outros seis pacientes contaminados com o vírus.
No ano passado, não houve nenhum registro de pessoas com o H1N1 em Itajaí. Mas ocorreram nove casos do vírus H3N2, que também provoca a Influenza. Mas não foi registrada nenhuma morte.
Tem vacina
A campanha de vacinação da Gripe A, que terminou mês passado, não atingiu 100% do grupo alvo. Quem mais apareceu para se vacinar foram os idosos: 16.073 agulhadas, que representam 95,84% da meta da secretaria de Saúde.
Depois foram as crianças, com 9864 doses, que representaram 76,61% da meta. Para os doentes crônicos, como no caso do homem que faleceu, foram 9078 doses.
Na média geral, a secretaria de Saúde de Itajaí conseguiu aplicar a vacina contra a gripe A em 84,37% da meta pretendida em crianças, trabalhadores da saúde, gestantes, mulheres que acabaram de ter neném, idoso, professores e indígenas. Foram 32,1 mil doses.
Isso, sem contar presos, carcereiros, doentes crônicos e outros grupos, com cerca de outras 20 mil doses.
Como sobrou vacina, a secretaria de Saúde tá liberando para toda a população que queira se precaver da gripe. Levantamento feito ontem pela secretaria de Saúde aponta que ainda tem doses nos seguintes postinhos de saúde: Espinheiros, Costa Cavalcante, Canhanduba, Rio Bonito, Brilhante e Murta.
Mas tem que correr porque a quantidade não é muita.