Auxiliar administrativo ganha R$120 mil na bolsa e dá entrada em apartamento

Auxiliar administrativo ganha R$120 mil na bolsa e dá entrada em apartamento

Hoje em dia, qualquer pessoa pode operar na Bolsa de Valores a partir de casa acessando o computador, ou um tablet. Mas, para isso, é preciso abrir uma conta em uma corretora de confiança e depositar

Leia tudo

Hoje em dia, qualquer pessoa pode operar na Bolsa de Valores a partir de casa acessando o computador, ou um tablet. Mas, para isso, é preciso abrir uma conta em uma corretora de confiança e depositar uma quantia mínima para gerar saldo.

Foi o que fez o auxiliar administrativo Rafael Boos Gonçalves, que, com um salário de R$ 2 mil, conseguiu juntar dinheiro extra para investir na compra de ações.

O interesse de Gonçalves pelo mercado financeiro começou em 2010, quando o cunhado lhe convenceu a investir nesse tipo de negócio.

Quando percebeu que a poupança não estava lhe rendendo quase nada, o auxiliar administrativo resolveu optou pelas ações.

Foi então que ele começou a se aprofundar no assunto e começou a ler livros de análise técnica e fundamentalista.

Entretanto, no início sua euforia durou poucos meses e logo Gonçalves deixou os investimentos em ações de lado e começou a focar sua atenção em outros tipos de negócio.

Na ocasião, ele acabou ingressando como soldado temporário na Polícia Militar do Estado de São Paulo. O contrato teve duração de dois anos.

Após o fim do contrato, Rafael encontrou o emprego de auxiliar administrativo em uma empresa de São Paulo com salário de R$ 2 mil mensais.

Mas, como estava insatisfeito com a renumeração, o jovem resolveu se dedicar mais ao mercado financeiro. Foi então que ele resolveu se aperfeiçoar nessa área com cursos, aquisição de e-books, tutorais e vídeos do YouTube.

Após um breve período de capacitação, Gonçalves decidiu montar uma carteira de investimentos nas ações da Petrobras (PETR4) e Usiminas (USIM5).


Mas, sem paciência e sem o retorno esperado, o jovem encerrou a transação. Foi quando pôde observar uma boa oportunidade de negócio na compra das ações da empresa aérea Gol (GOLL4).

Em 2016, a empresa estava em alta no mercado nacional e, com isso, a companhia começou a ganhar destaque na mídia nacional com a possibilidade de abertura ao capital de fora do país. Foi então que Rafael optou em investir nas ações da companhia aérea.

Ele conta que, em junho de 2016, comprou 14 mil ações da Gol no valor de R$ 2,76. Logo depois, o preço subiu para R$ 7,00.

Em novembro de 2016, o preço caiu para R$ 5,80. Ele decidiu vender as ações nesse preço. Com o lucro estimado em 110%, Gonçalves obteve mais de R$ 80mil de rendimento.

Em 2017, o jovem ganhou mais R$ 20 mil com a venda de mais ações. Em abril de 2018, o preço alcançou o patamar de R$ 24,00, um aumento de 770% em relação ao preço que ele comprou.

Mesmo assim, Gonçalves garante que não se arrepende de ter vendido as ações de forma prematura.

Com menos de um ano de negociação, o auxiliar administrativo conseguiu ganhar R$ 120 mil, que foram investidos na compra de um apartamento que ficará pronto em junho de 2020.