Devastada pela motivação do assassinato da filha, mãe de Vitória faz desabafo e causa comoção

Devastada pela motivação do assassinato da filha, mãe de Vitória faz desabafo e causa comoção

O surgimento de uma nova testemunha que prestou depoimento para a Polícia Civil na delegacia de Araçariguama (SP) e que revelou detalhes sobre a causa da morte de Vitória Gabrielly, na tarde desta

Leia tudo


O surgimento de uma nova testemunha que prestou depoimento para a Polícia Civil na delegacia de Araçariguama (SP) e que revelou detalhes sobre a causa da morte de Vitória Gabrielly, na tarde desta terça-feira (4), lançou uma luz sobre um dos principais mistérios envolvendo o assassinato da menina de 12 anos que foi raptada no último dia 8 de junho, depois que saiu de casa para andar de patins.


O desaparecimento de Vitória Gabrielly causou uma grande comoção e ganhou notoriedade em todo o Brasil, uma semana depois de ser raptada o corpo da garota foi encontrado em uma área de mata por um catador de latinhas e seus cachorro.


Imediatamente a polícia foi acionada, o corpo de Vitória já estava em avançado estado de decomposição, ela estava amarrada em um tronco, com uma meia na boca e a perícia técnica comprovou que a adolescente foi assassinada no dia em que desapareceu. Mas quem matou Vitória Gabrielly? Qual foi a motivação de uma crime tão bárbaro?



A polícia começou a investigar todas as possibilidades, entre elas a hipótese de vingança ou que a menina teria sido morta por engano. Dezenas de pessoas foram ouvidas, três suspeitos foram presos, evidências apontam para a participação de Breno, Mayra e Julio César no assassinato da jovem, todos eles já possuem passagem pela polícia por envolvimento com drogas e outros tipos de delito.

Morta por engano
O homem que foi ouvido pela polícia confessou que tinha uma dívida com um traficante da região no valor de R$ 7 mil reais. De acordo com a testemunha que não teve o nome identificado, ele sabia que o criminoso para quem ele deve tem o costume de se vingar de seus devedores castigando familiares de seus desafetos.

O depoente também revelou que tem uma irmã muito parecida fisicamente com Vitória Gabrielly, idades aproximadas e que moravam na mesma região, por isso ele acredita piamente que a adolescente foi morta por engano, era a sua irmã que o trio da morte procurava.

"Por que não a deixaram voltar para casa?"
Em entrevista concedida para a TV TEM, afiliada da Rede Globo de Televisão, Rosana Guimarães, fez um desabafo emocionante, ela perguntou, "até quando o tráfico de drogas vai matar? É triste, é doloroso", afirmou a mãe de Vitória visivelmente devastada pela dor. "Porque não a deixaram voltar para casa"? " Porque não soltaram ela?" "Quantas Vitórias vão passar por isso?"