Dois garotos e técnico estão fracos para deixar caverna, diz imprensa

Dois garotos e técnico estão fracos para deixar caverna, diz imprensa

Eles chegaram a ficar nove dias sem comer até serem encontrados por

Leia tudo

Eles chegaram a ficar nove dias sem comer até serem encontrados por mergulhadores
Novidades não muito promissoras sobre o resgate dos jovens e seu técnico que estão presos em uma caverna na Tailândia. Uma avaliação médica aponta que dois dos adolescentes e o treinador não teriam condições físicas de deixar o local nesta quinta-feira (5).
A notícia foi dada pela CNN que ouviu uma fonte da Marinha tailandesa que não tem autorização para conversar com a imprensa.

O grupo de 12 meninos, que têm entre 11 e 16 anos, e o treinador, de 25 anos, passaram nove dias sem comer e, por isso, os três apresentaram exaustão provocada pelo jejum forçado. No outros casos, os meninos são considerados saudáveis, mesmo que um pouco fracos, noticia o G1.

O grupo recebeu alimentos e medicamentos na segunda-feira (2), quando dois mergulhadores britânicos os encontrou.

+ Barco vira e deixa 49 turistas desaparecidos na Tailândia

A pressão nas equipes de resgate está aumentando, uma vez que há previsão de mais chuva para a sexta-feira (6), o que poderá comprometer os trabalhos para bombear a água para fora da caverna.

Desde que a operação de bombeamento começou, o nível de água já caiu cerca de 40%, segundo a estimativa do governador da província de Chiang Rai, Narongsak Osotthanakorn.

No entanto, a redução ainda não é suficiente para que eles deixem a caverna sem precisar mergulhar nas águas lamacentas. Além disso, alguns dos adolescentes não sabem nadar e precisam aprender às pressas a difícil tarefa de realizar um mergulho com equipamentos.