Esquema criminoso nos presídios do RJ desviou mais de R$ 44 milhões dos cofres públicos

Esquema criminoso nos presídios do RJ desviou mais de R$ 44 milhões dos cofres públicos

A Operação Pão Nosso, mais um desdobramento da Lava Jato no RJ, prendeu sete investigados no esquema de corrupção envolvendo a produção e venda de alimentos em presídios do Estado. O objetivo é

Leia tudo

A Operação Pão Nosso, mais um desdobramento da Lava Jato no RJ, prendeu sete investigados no esquema de corrupção envolvendo a produção e venda de alimentos em presídios do Estado. O objetivo é investigar crimes de corrupção, evasão de divisas e lavagem de dinheiro em contratos da Seap (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária). A procuradora do MPF (Ministério Público Federal) Fabiana Schneider afirmou que o delegado Marcelo Luis Santos Martins, que também foi preso, possuía empresas que lavavam dinheiro.