ESSA ÁRVORE É TÃO PERIGOSA QUE VOCÊ NÃO PODE FICAR EMBAIXO DELA QUANDO CHOVE

ESSA ÁRVORE É TÃO PERIGOSA QUE VOCÊ NÃO PODE FICAR EMBAIXO DELA QUANDO CHOVE

Quem diria que uma árvore pode ser mortal, não é mesmo? Mas, mesmo que isso tudo pareça realmente absurdo, é melhor não brincar com a natureza. Algo que, infelizmente, nós parecemos não ter aprendido

Leia tudo

Quem diria que uma árvore pode ser mortal, não é mesmo? Mas, mesmo que isso tudo pareça realmente absurdo, é melhor não brincar com a natureza. Algo que, infelizmente, nós parecemos não ter aprendido com o tempo. Ainda assim, se tratando dessa árvore, é melhor não usá-la para testar a sua coragem. Afinal, só de ficar perto dela você pode acabar tendo sérios problemas e, em alguns casos, até vir a óbito.

Mas que árvore é essa que pode matar pessoas? Na verdade, ela é nativa de algumas áreas tropicais da América do Norte, América do Sul, América Central e Caribe. Ela é uma Mancenilheira e é melhor não confundi-la com uma Macieira. E, para se ter uma ideia, o seu nome em espanhol, 'Arbol de la muerte', significa 'Árvore da morte'. Sem falar que ela chegou a ser considerada a árvore mais perigosa do mundo, de acordo com o Guinness World Records.

PUBLICIDADE

inRead invented by Teads
Tudo isso pode ser bem assustador, não acha? Então que tal descobrir um pouco sobre o que ela pode causar as pessoas e porque isso acontece?

O que torna a árvore perigosa?


Você deve estar se perguntando como uma árvore pode fazer mal a uma pessoa, certo? Bem, acontece que a Mancenilheira é extremamente venenosa e as suas toxinas estão espalhadas por toda parte. Elas se propagam pela árvore através de uma seiva espessa e leitosa, que é liberada desde a sua casca e suas folhas até o seu fruto. E acaba sendo extremamente perigosa devido uma variedade de fatores, dentre eles um composto chamado Forbol.

O que ela causa nas pessoas?


Como você pôde perceber, é melhor ficar bem longe desta árvore. Mas, para que você possa entender um pouco melhor o por quê disso, vamos explicar alguns dos seus efeitos. Acontece que, através da seiva que ela libera, uma pessoa pode acabar desenvolvendo bolhas graves em sua pele, que se assemelham a de queimaduras, apenas de entrar em contato com a Mancenilheira.

Além disso, não é recomendado que se fique embaixo dela durante uma chuva. Isso porque o fato do Forbol ser muito solúvel, a chuva que caí embaixo dela carregaria o composto mortal com facilidade. Fazendo com que alguns 'simples' pingos acabem queimando a sua pele ao entrar em contato com ela.

Outro ponto importante que tem sido relatado sobre ela é que, além dos danos causados pelo contato direto e pela chuva, o seu teor venenoso também se espalha pela fumaça. Isso porque, em certo momento, as pessoas acabaram percebendo que a fumaça causada pela queima da árvore também era perigoso.

A fumaça pode causar inflamação ocular e cegueira temporária naqueles próximos a ela, sem falar nas consequências da inalação. E, como você já deve ter imaginado, comer o seu fruto também não é uma boa ideia. Apesar de ser doce no começo, o sabor começa a se misturar em uma espécie de ardor e pode causar vômito e diarreia.

Em certo momento, a madeira da árvore acabou sendo bastante usada na fabricação de móveis pelos carpinteiros caribenhos. Mas, para que isso fosse possível, elas precisavam ser cortadas de forma cuidadosa e deixadas no sol para secar e neutralizar a sua seiva mortal.

Ainda que muitos pensem que ela deveria ser extinta pelos perigos que oferece, a Mancenilheira é importante para o ecossistema local. Ou seja, se for para alguns dos locais onde ela é nativa, é melhor saber diferenciá-la e manter distância. Além disso, elas costumam estar em locais com avisos que indicam o seu perigo!