Fitas de gravação perdidas solucionam mistério lunar de 40 anos!!

Fitas de gravação perdidas solucionam mistério lunar de 40 anos!!

Fitas contendo dados gravados na Lua nos anos 70 ajudaram a resolver um mistério de longa duração. Durante as missões Apolo 15 e 17, em 1971 e 1972, os astronautas implantaram sondas especiais

Leia tudo

Fitas contendo dados gravados na Lua nos anos 70 ajudaram a resolver um mistério de longa duração. Durante as missões Apolo 15 e 17, em 1971 e 1972, os astronautas implantaram sondas especiais projetadas para transmitir dados para a Terra sobre o calor vindo do interior da Lua.

Quando os dados foram analisados ​​mais tarde, os cientistas descobriram um estranho aumento de temperatura que, por décadas depois, continuaria sendo um mistério. Para piorar, apenas as fitas contendo esses dados de 1971 a 1974 foram preservadas – as fitas de 1975 a 1977 foram perdidas.

Não foi até essas fitas aparecerem oito anos atrás que os esforços para resolver o mistério poderiam ser retomados.
Agora, seguindo uma extensa análise dos dados das fitas perdidas, os cientistas foram capazes de determinar que a causa do misterioso calor na Lua foram os próprios astronautas da Apolo.

Mais especificamente, sua atividade na superfície resultou na Lua refletindo um pouco menos da luz do Sol de volta ao espaço, aumentando assim a temperatura em uma pequena quantidade.

“No processo de instalação dos instrumentos, você pode realmente acabar perturbando o ambiente térmico da superfície do local onde deseja fazer algumas medições”, disse o principal autor do estudo, Seiichi Nagihara, da Universidade de Tecnologia do Texas em Lubbock.