Igreja Universal deve R$ 100 milhões em multas ambientais por construção do Templo de Salomão

Igreja Universal deve R$ 100 milhões em multas ambientais por construção do Templo de Salomão

A construção do Templo de Salomão levou a Igreja Universal do Reino de Deus a empenhar mais de R$ 680 milhões na obra, e agora, a denominação do bispo Edir Macedo pode ser obrigada a arcar com mais

Leia tudo

A construção do Templo de Salomão levou a Igreja Universal do Reino de Deus a empenhar mais de R$ 680 milhões na obra, e agora, a denominação do bispo Edir Macedo pode ser obrigada a arcar com mais R$ 100 milhões de multas cobradas pela prefeitura de São Paulo.

A administração do prefeito João Doria (PSDB) está atuando para cobrar dívidas de multas ambientais aplicadas ao longo dos últimos anos, que somam R$ 4,2 bilhões. A maior delas é justamente a da Igreja Universal do Reino de Deus, relativa à construção do Templo de Salomão.
De acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo, o megatemplo tem uma dívida de aproximadamente R$ 100 milhões, que são referentes a duas multas por construir em área potencialmente contaminada sem autorização prévia e por torná-la imprópria à ocupação humana.
Igreja Universal deve R$ 100 milhões em multas ambientais por construção do Templo de Salomão