Lesão de Borja abre espaço no ataque do Palmeiras; veja quem pode entrar no time

Lesão de Borja abre espaço no ataque do Palmeiras; veja quem pode entrar no time

desfalque de Borja por pelo menos seis semanas abre uma importante lacuna no ataque do Palmeiras. Nem tanto pela ausência do colombiano, artilheiro da equipe em 2018 e um dos destaques na temporada,

Leia tudo

desfalque de Borja por pelo menos seis semanas abre uma importante lacuna no ataque do Palmeiras. Nem tanto pela ausência do colombiano, artilheiro da equipe em 2018 e um dos destaques na temporada, mas também por diminuir as opções para Roger Machado variar sua formação.

Para os próximos meses, o Verdão terá Willian e Deyverson como possibilidades para atuar como centroavante, enquanto Dudu, Artur, Hyoran e Gustavo Scarpa poderão ser escalados pelos lados de campo.

Papagaio pode ser outra opção como "camisa 9", mas o atleta precisa ser reintegrado ao elenco profissional após retornar ao plantel sub-20 – ele não fez parte da delegação na viagem ao Panamá.

Willian também tem características para jogar pelas pontas. É até a preferência do atacante, que no ano passado fechou a temporada como o maior goleador da equipe.

Com a possibilidade, quem teria mais chance de retornar ao time titular é Deyverson. O jogador recentemente admitiu que não vive o seu melhor momento e desconversou sobre o futuro. Foi dele o segundo gol palmeirense na vitória por 2 a 0 contra o Independiente Medellin, na última quarta, no Panamá.

CLIQUE AQUI e leia mais sobre o Palmeiras

Deyverson e Thiago Martins disputam lance em treino no Panamá (Foto: Cesar Greco / Ag Palmeiras) Deyverson e Thiago Martins disputam lance em treino no Panamá (Foto: Cesar Greco / Ag Palmeiras)
Deyverson e Thiago Martins disputam lance em treino no Panamá (Foto: Cesar Greco / Ag Palmeiras)
Borja será submetido a uma artroscopia no joelho direito nesta sexta-feira, em São Paulo, o que o tira de combate das oitavas de final por um período que deve corresponder aos mata-matas da Copa do Brasil e da Libertadores.

De acordo com o pensamento da diretoria palmeirense, a saída de Keno para o futebol do Egito foi minimizada com o retorno de Gustavo Scarpa. Ele, inclusive, já vem sendo preparado para voltar a ser aproveitado contra o Santos, no dia 19 de julho, na retomada do Brasileirão.

O mercado é analisado com pessimismo pela cúpula alviverde. Além de enxergar limitações por causa dos regulamentos do Brasileirão e da Libertadores, o clube aproveita o lucro de R$ 88 milhões nas vendas de Tchê Tchê, Keno, João Pedro e Fernando para equilibrar o caixa. Há compromissos a serem quitados até o fim do ano por causa de ações trabalhistas de gestões antigas em valores que podem chegar até a R$ 80 milhões.

Mesmo com dificuldade, o Palmeiras analisa o mercado e não descarta novas contratações. A tendência, porém, é que o clube procure opções por empréstimo, como foi o caso da contratação do argentino Nico Freire, e não tão badaladas como Miranda e Bernard, que foram sondados pelo Verdão.