Mãe é presa por manter cadáver de bebê em congelador

Mãe é presa por manter cadáver de bebê em congelador

Uma mulher de 30 anos foi presa, na tarde de ontem, em Indaiatuba, pela Polícia Civil, por ocultação de cadáver. Na casa dela, a polícia encontrou um bebê congelado, dentro do freezer. As autoridades

Leia tudo

Uma mulher de 30 anos foi presa, na tarde de ontem, em Indaiatuba, pela Polícia Civil, por ocultação de cadáver. Na casa dela, a polícia encontrou um bebê congelado, dentro do freezer. As autoridades chegaram ao local depois que a filha da suspeita encontrou o irmão congelado no freezer.

Os policiais foram até a casa dela depois de receberem informações do Setor de Investigações Gerais.

O caso teria acontecido no bairro Morada do Sol.
Segundo as informações iniciais, o corpo do bebê estaria escondido há cerca de dois meses. A criança teria nascido quando a mãe estava grávida de oito meses. Ainda não se sabe como foi o nascimento, mas ele teria ocorrido em casa.

A mulher teria escondido o bebê, mas começou a cheirar mal e, por conta disso, ela o colocou no freezer.

A filha, de 14 anos, estava desconfiada da situação, esperou a mãe sair e começou a procurar pela casa, até que ela teria encontrado o corpo no freezer. Ela então teria chamado o avô, que é padrasto da mãe, e dois chamaram a polícia.

De acordo com a Polícia Civil, a mulher alegou que o bebê nasceu morto, mas ela não explicou o motivo de ter embrulhado o bebê e escondido no freezer. A perícia foi acionada e o corpo da criança levado para o IML (Instituto Médico Legal) de Campinas.

A mulher foi presa pelo crime de ocultação de cadáver e será apresentada em audiência de custódia, onde um juiz irá decidir se ela permanece presa ou não.

Somente após a análise do IML é que será possível afirmar as causas da morte da criança. O caso segue em investigação.