Os 10 setores (e negócios) que mais bombam no Brasil

Os 10 setores (e negócios) que mais bombam no Brasil

Sentir um “friozinho” na barriga quando se pretende abrir uma empresa é muito comum entre os empreendedores. Um dos principais dilemas é escolher qual negócio apostar. O mercado está ficando robusto

Leia tudo

Sentir um “friozinho” na barriga quando se pretende abrir uma empresa é muito comum entre os empreendedores. Um dos principais dilemas é escolher qual negócio apostar. O mercado está ficando robusto e investir em um negócio promissor é o sonho de muitos empreendedores, já que a concorrência está aumentando, principalmente no mercado de microeempreendedores. Um estudo realizado pelo Sebrae mostrou que, nos últimos anos, a criação anual de MEIs ficou próxima à casa de 1 milhão.

Existem alguns setores que geralmente fazem mais sucesso no Brasil. Um dos fatores que pode influenciar é o valor mais baixo dos produtos e serviços oferecidos e o tamanho do mercado consumidor. Normalmente, esses setores atendem mais às necessidades básicas da população como alimentos, vestuário e construção.

Em entrevista para a Pequenas Empresas & Grandes Negócios, Marco Aurélio Bede, especialista em pequenos negócios do Sebrae Nacional, fala sobre 10 setores que bombam o ano inteiro no Brasil. Confira!

Alimentação e Bebidas

Segundo o consultor, esse setor é um dos mais promissores do país. Dentro dele, os empreendedores podem trabalhar com lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares, comércio de alimentos, fornecimento de alimentos preparados, bares e similares, serviços ambulantes de alimentação, comércio de bebidas, restaurantes e similares, fabricação de produtos de padaria e confeitaria e comércio de hortifrutigranjeiros.

Vestuário e calçados

Os negócios relacionados a vestuário e calçados também são uma ótima opção para os empreendedores. É possível investir em confecção de peças do vestuário, confecção sob medida, comércio de vestuário e calçados.
Construção

Neste mercado, as pequenas reformas se destacam. “Quando as pessoas querem fazer o famoso puxadinho ou mesmo reformar uma parte do quarto, eles procuram pequenos negócios do ramo”, diz o consultor. Há também empresas que trabalham para grandes construtores.

Os serviços de encanador, marceneiros, instalação, manutenção elétrica, serralheria, comércio de material de construção, serviços de pinturas também fazem sucesso nesse mercado.

Saúde

Investir em saúde também é um bom negócio. E há possibilidade de empreender de diversas formas. Entre elas estão a venda de planos de previdência complementar e de saúde, atividades de condicionamento físico, serviço de diagnóstico por imagem, atividades de fisioterapia, atividade médica ambulatorial, ensino de esportes, instituições para idosos e serviço veterinário (saúde para PET).

Educação

De acordo com o especialista, esse ramo abrange desde escolas de ensino primário até escolas de treinamento e especialização para profissionais. Há também possibilidade de trabalhar com transporte escolar e ensino de esportes.
Serviços pessoais

“Esse setor visa atender às necessidades básicas do indivíduo”, afirma Bede. Entre os exemplos estão salões cabeleireiro, manicure, pedicure, atividades de estética e beleza e comércio de cosméticos.

Serviços especializados

Esse mercado inclui os serviços prestados para outras empresas ou consumidores físicos como por exemplo, transporte de carga, serviço de táxi, lavagem/lubrificação/polimento de veículos, lanternagem/funilaria/pintura de veículos, serviço de entrega rápida, produção de fotografia e serviços de contabilidade.

Informática

Para o consultor nesse setor a predominância é do comércio de equipamentos de informática, como por exemplo, impressoras, sensores, monitores, teclados, peças.


Vendas e marketing

Esse setor engloba serviços como representação comercial. “Muitas pessoas abrem um laboratório de química e saem vendendo remédios nas farmácias”, explica o consultor. Também há empresas que trabalham com outdoor, letreiros, marketing direto, comunicação multimídia, desenvolvimento de softwares, portais e provedores de conteúdo.

Entretenimento

A área de entretenimento também reúne negócios promissores no mercado brasileiro. Entre eles estão casas de festas e eventos, organização de feiras, congressos, exposições e festas.