Perlla alfineta evangélicos compartilhando vídeo com mea culpa do pastor Tiago Brunet

Perlla alfineta evangélicos compartilhando vídeo com mea culpa do pastor Tiago Brunet

Perlla, ex-cantora gospel, compartilhou um vídeo do pastor Tiago Brunet falando sobre os equívocos da igreja evangélica no relacionamento com as pessoas que não entregaram suas vidas a Jesus. A

Leia tudo

Perlla, ex-cantora gospel, compartilhou um vídeo do pastor Tiago Brunet falando sobre os equívocos da igreja evangélica no relacionamento com as pessoas que não entregaram suas vidas a Jesus. A publicação é mais um episódio da troca de farpas que a artista do funk vem mantendo com os fiéis através das redes sociais após decidir retomar sua carreira secular.

No vídeo – gravado no templo da Igreja Batista da Lagoinha em Niterói (RJ) – o pastor Tiago Brunet se dirige aos não-evangélicos fazendo um mea culpa em relação à postura que muitos evangélicos tomam em relação aos outros que não fazem parte da mesma tradição cristã.



“Se você não é crente, não é evangélico, escute o que eu vou lhe falar agora: perdoe a gente. Perdoe a mim, perdoe aos crentes. Realmente, a gente é muito orgulhoso, a gente acha que é melhor do que vocês, às vezes. A gente acha que vocês vão para o inferno e a gente vai para o céu só porque a gente vem à Igreja, apesar da Bíblia nunca ter falado que é isso que garante que a gente vai subir [para o céu]”, diz Brunet.

O discurso foi feito durante uma palestra do Clube de Inteligência e Desenvolvimento (CID), um grupo de estudos que aborda temas ligados ao cristianismo, vida social, vida profissional e autoajuda.

“Perdoe a gente por termos julgado vocês pelas coisas que vocês fazem, e a gente faz pior, só que escondido, e ninguém sabe. Perdoe muito a gente, tenha misericórdia, porque ao invés da gente se colocar no lugar de vocês, como o básico da empatia, da inteligência emocional, e dos frutos do Espírito nos aconselha, a gente prefere julgar – apesar da Bíblia falar para a gente não julgar uns aos outros”, acrescenta o pastor.



Ao final, Brunet pede que as pessoas não-evangélicas não se fechem à oportunidade de se relacionar com o Pai: “Perdoe a gente por achar que quando a gente se converte, a gente pode olhar vocês de cima e falar ‘olha, tá lá no mundo, tá perdidão’. Mas eu quero te pedir uma coisa, por favor: não deixe que nós, não deixe que um crente seja um impedimento de você conhecer a Deus”, conclui.