Urano foi atingido por um enorme planeta.

Urano foi atingido por um enorme planeta.

Os cientistas encontraram evidências de uma colisão entre o gigante gasoso e um objeto com o dobro do tamanho da Terra. Urano é único entre os planetas do nosso sistema solar que orbita sobre um

Leia tudo

Os cientistas encontraram evidências de uma colisão entre o gigante gasoso e um objeto com o dobro do tamanho da Terra.

Urano é único entre os planetas do nosso sistema solar que orbita sobre um eixo situado a quase 90 graus do plano orbital do Sol.

Agora os cientistas da Universidade de Durham conseguiram confirmar teorias anteriores, sugerindo que Urano adquiriu sua inclinação depois de colidir com um enorme proto-planeta nos primeiros dias do sistema solar.



Usando uma simulação por computador, os pesquisadores determinaram que os detritos desse proto-planeta podem ter formado uma casca fina ao redor da camada de gelo de Urano, prendendo o calor dentro do núcleo e provocando condições de congelamento na atmosfera externa.


Jacob Kegerreis, o principal autor do estudo, informou:

Urano gira de lado, com seu eixo apontando quase em ângulo reto para os de todos os outros planetas do sistema solar.

Fizemos mais de 50 cenários diferentes de impacto usando um super computador de alta potência para ver se poderíamos recriar as condições que moldaram a evolução do planeta.

Nossas descobertas confirmam que o resultado mais provável foi que o jovem Urano se envolveu em uma colisão cataclísmica com um objeto duas vezes maior do que a Terra, se não maior, colocando-o de lado e definindo os eventos que ajudaram a criar o planeta que vemos hoje.