Youtuber de 11 anos é hostilizada com comentários racistas

Youtuber de 11 anos é hostilizada com comentários racistas

Garota faz tutoriais de maquiagem e vídeos na rede social e recebeu dezenas de mensagens racistas e depreciativas, mas, também, apoio de famoso

Leia tudo

Ana Clara Barbosa tem 11 anos e mora na zona sul de São Paulo. Desde dezembro de 2015, ela criou um canal no YouTube em que ensina a fazer maquiagem, cuidar dos cabelos e se preparar para festas. Mas, nas últimas semanas, ela passou a ser alvo de mensagens racistas e ofensivas em seu canal. Em uma das postagens uma internauta critica o cabelo de Ana, em outra, são feitas ofensas sobre sua aparência. O pai de Ana Clara, o comerciante Danilo Barbosa, supervisiona as postagens da filha no YouTube e afirmou ao R7 que as mensagens ofensivas são algo comum, mas que nunca pretendeu denunciar as ofensas, e que desde o ínicio ele preferiu conversar com a filha para ela "não dar valor para esse tipo de manifestação".

"Quando ela começou a postar, ela me disse que tinha gente escrevendo isto ou aquilo, então conversamos e disse que ela teria que aprender a filtrar esse tipo de mensagem", diz Danilo que destaca que Ana é estudiosa, toca violino e piano e foi adotada pela família há 9 anos junto com a irmã, Vanessa.

Ana Clara conta que no começo ficava triste com a situação, mas logo demonstrou ter apreendido muito bem as orientações do pai. "Aparência não é tudo na vida. Não importa o que você é por fora, mas sim o que você é por dentro, pois não adianta você ser linda e por dentro você ser uma pessoa horrosa", diz ela com a mesma desenvoltura dos vídeos que grava em seu canal.